domingo, 28 de fevereiro de 2016

Ao Chile numa moto - 15º dia

De acordo com a nossa rota, hoje seria o dia de seguir até Rio Quarto, mas como a nossa vontade de voltar logo para o Brasil era grande, seguimos mais além, até Villa Maria. Rodamos bem nesse dia, foram 620 km, com estradas boas, clima bom, desenvolvemos uma boa velocidade de cruzeiro e chegamos antes de anoitecer.

A velha rotina de buscar hotel. Os preços não justificavam a qualidade da cidade. Não estou desmerecendo, mas realmente não justificavam. Pagamos aproximadamente 250 reais num hotel simples, com um café da manha mais simples ainda e garagem separada.

Deixamos as motos no estacionamento, tomamos um banho e saímos em busca de um restaurante. Já não sei se era a vontade de chegar logo no Brasil, mas nada parecia me agradar. Acabei me atrapalhando no pedido do prato e tive que me contentar com um pedaço de frango com salada. Tudo bem, amanha estarei no Brasil e ataco uma picanha na chapa...

Voltamos para o hotel e decidimos que iriamos direto, dali para Uruguaiana. Para não passar o perrengue de ter que ficar buscando mais hotéis, fiz uma reserva via internet, estacionamento, café da manha, 120 reais. Ótimo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário